A Culpa é das Estrelas - John Green #11

John Michael Green um norte-americano que surpreendeu o mundo com suas histórias. Com 39 anos de idade, ele já tem 6 obras formidáveis que ganharam milhões de jovens ao redor do mundo. Ele vem de uma cidade chamada Indianápolis localizada no Condado de Marion e conhecida mundialmente pelo nome Indianapolis Motor Speedway relacionado até mesmo a Fórmula 1 do Brasil, não especificamente mas é relacionado.
A culpa é das estrelas conta a história de Hazel e Gus, dois jovens com câncer que se encontram pela primeira vez num grupo de apoio e lá eles começam a conversar e sair juntos, onde acabam criando sentimentos um pelo outro.
A Hazel tem um câncer mais complicado, nos pulmões e tireoide, por isso ela precisa levar o carrinho de oxigênio para onde for e o Gus tem câncer nos ossos.
A Hazel acabou apresentando pro Gus seu livro favorito, porém ela é indignada com o final do livro, pois a história acabou no meio de uma frase , o livro “uma aflição imperial”, a história do livro conta como a Anna passou por um câncer bem ruim e como o livro acabou numa frase, pareceu que Anna estava doente demais para prosseguir a vida.
Então Gus leu o livro e também ficou indignado com o final, Hazel já tinha enviado vários e-mails para Peter Van Houten o autor do livro e nunca foi respondida, já Gus enviou e logo foi respondido pela secretária de Peter foi estranho porque o autor tinha meio que sumido da face da terra.
Gus então planejou uma viagem para ele e Hazel irem buscar respostas com esse autor e nesta viagem muita coisa aconteceu e muita coisa ficou clara sobre a relação dos dois.
Adorei essa história porque os personagens são muito pé no chão, eles sabem da situação ao qual se encontram mas continuam vivendo.
Gus e Hazel são personagens encantadores, Gus é o típico personagem “perfeitinho” já Hazel parece tão frágil por fora quando na verdade é tão forte por dentro.
Fora que os pais dos dois personagens são incríveis, os pais de Hazel são super guerreiros nunca desanimam e estão sempre rindo e tentando colocar Hazel pra cima. Já os pais do Gus são super fofos e gostam muito de frases motivacionais, gostam de ver o lado bom de tudo e estão sempre do lado do Gus.
Os pais dos dois não desistiram e lutam diariamente pela felicidade de seus filhos.
Este é um livro super indicavél, fora que o “sarcasmo” da Hazel no livro é muito engraçado, apesar de todos sabermos que o livro tem um final trágido vale a pena ler e sim eu chorei no final e me apaixonei por cada um dos personagens.
BOA LEITURA!

Comentários

Postagens mais visitadas